quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Nota do tempo de um temporal

Chuva, chuvinha, chuvarada! Chuvoso, chuvisco, chuviscado! É isso mesmo que está acontecendo? Sua fúria inconformada? Enxurradas de rebeldia. Pobre água! Não tem mais espaço para escoar... A selva de pedras raptou sua terra, seu espaço, seu lugar. Mortes inaceitáveis, culparam os governantes, soluções nas papeladas nunca caminham avante. Culparam também o lixo! Jogaste porcaria na rua. Joga-o também na tua casa? Aquele bicho é um cidadão, porque tem bicho que é porcalhão. Caiu muita água do céu, revoltado dilúvio de verão, quando tudo secar... A morte por falta de chuva será a reclamação.

7 comentários:

Viviane Moraes disse...

A chuva está que é uma beleza, São Pedro podia parar néh, chega de chuva no Rio e Sampa, manda para o Nordeste que está precisando mais do a gente !

Beeijos *-*
TiGosto SZ

Vivii

s2...Ná...s2 disse...

Não Vivis...você não percebe...A culpa não é da CHUVA..faz um tempo que a estão tratando como vilã..mas ela não é nenhuma vilã... Tudo que tem acontecido, essas mortes, essas tragédias são consequência do que o homem fez. Que saber como o mundo seria perfeito? Se não houvesse nenhuma pessoa na terra...Nossos erros tem consequências graves, na natureza, na sociedade e na vida do outro... Quando uma pessoa diz que está jogando apenas um papel na rua...ou quando ela diz que todo mundo joga, ela tá sendo infeliz e não está pensando com seriedade nas causas daquilo, porque os seres humanos são egoistas, enquanto o teto não cai na cabeça do próprio ele não entende, nem liga por cair na cabeça do outro. A culpa é do própri ser humano... o ser humano porcalhão como diz a Ana, o ser humano acomodado, o ser humano egoista, o ser humano que sempre aponta um culpado...Por mais que eu ache que o Governo tem sua parcelinha...Ainda que eles fizessem..O que podem fazer? O jeito é fazer lavagem cerebral... ou todo mundo nascer de novo. É muito triste, mas a cena se repete em todo fim e começo de ano...Tragédia, mais tragédia.

Mrs. GreenLeaf disse...

Está se tornando insuportável ver que o Homem não aprendeu em todos os seus milhões de anos de existência... A natureza deve ser respeitada! ela tem sido ignorada e responde dessa maneira. É assim que a natureza devolve a violência com a qual tem sido tratada.

Larinha disse...

É gente, a Ana conseguiu explicar direitinho com suas palavras o que acontece com o ser humano...quando não chove, ele reclama por causa da seca...quando chove, reclama por causa das enchentes...só que todos nós sabemos que as enchentes são provocadas pela nossa própria ignorância e falta de respeito com o meio-ambiente!! Vamos preservar!! (Falou a ambientalista...kkkkkk)

Beijos

henriqueg.melo disse...

Concordo com você Ana, tiraram o espaço da natureza, a terra que a chuva tinha para escoar e a natureza agora vendo a sacanagem que todos nós fazemos com ela está tentando reaver seu lugar, isso é muito doloroso, é difícil saber que várias pessoas estão morrendo por causa das enchentes, mas se o ser humano não consegue pensar nem em seus irmãos da mesma raça, basta ver várias pessoas morrendo de fome, não será na natureza que ele irá pensar, até o teto de vidro que é o céu cair e seus cacos machucarem todo mundo.

Helouquinha disse...

Poise Aninha,
Facil culpar governantes, sendo que nós somos culpados...
Até quando? A consciencia ecologica devia ser materia de sala de aula, e mal é aplicado isso..
A tv é outra droga, que só mostra a desgraça e não ensina nada
Lei Cidade Limpa? Onde? Desconheço
Beijos minha querida

Analina Arouche disse...

Vivis, Ná, Mrs.Greenleaf, Lara, Gois e Helo é bem por aí... Fenômenos naturais que nos surpreendem, nos ensinam, nos fazem refletir e até nos revoltar. Mas acredito que a grande mensagem seja a de que nunca estamos satisfeitos e é mais fácil culpar o outro. Façamos nossa parte, daremos nossa contribuição.

Obrigada pelas visitas e comentários, um abraço!